terça-feira, 1 de julho de 2014

Mini-Phalaenopsis: Como cultivar em árvores?


Recebi uma dúvida sobre as Mini-Phal de uma leitora.
Ela tem um exemplar e queria plantar em uma jabuticabeira.
Achei a dúvida interessante e resolvi fazer uma postagem sobre isso.

A mini Phalaenopsis está na moda!
Eu mesmo tenho as minhas! rsss
Anteriormente já fiz postagem sobre elas: leia a reportagem da revista e leia a minha mini-phal.


Respondendo a dúvida da leitora...
Sim! Assim como as Phalaenopsis, a mini-Phal também pode ser fixada em árvores.
Ela é uma orquídea epífita, ou seja, na natureza é encontrada agarrada nas árvores.
A leitora queria plantá-la em uma jabuticabeira, mas eu não recomendo!
Assim como as jabuticabeiras, muitas árvores soltam a casca ou uma película durante o ano, com isso, a sua orquídea não conseguirá se manter firme no tronco.
Além disso, o tronco da jabuticabeira é muito liso e com qualquer vento, a sua orquídea poderá se soltar.
Recomendo sempre escolher árvores de tronco rugoso, áspero e que não soltem a casca ou a "pelezinha" que envolve o tronco.

Dica: As árvores cítricas são excelente para as orquídeas. 
Além de não terem a copa muito fechada, a casca é rugosa e as raízes das orquídeas logo se prendem.


Agora vamos ver como fixar na árvore...

terça-feira, 24 de junho de 2014

Pragas e doenças que atacam as orquídeas: Caracóis e Lesmas


Os caracóis e lesmas são pragas muito comuns em orquídeas e podem comer praticamente uma orquídea inteira.

Eles esperam o cair da noite para atacar suas plantas e são ainda mais comuns em épocas chuvosas.
Suas partes preferidas das orquídeas são as flores e raízes.
Existem muitos tipos de caracóis e lesmas, mas o que mais atacam orquídeas são os caracol do mato (Zonitoides arvoreus), o caracol marrom de jardim (Helix aspersa), o caracol africano, a lesma do campo (Deroceras reticulatum) e a lesma do pântano (Deroceras leave).