segunda-feira, 17 de março de 2014

Cultivo de Laelia Purpurata

Minha paixão:  Laelia purpurata


Sou apaixonadíssima pela minha Laelia purpurata (Hadrolaelia purpurata)!
No começo, assim que comprei, tinha dúvidas sobre como cultivá-la, mas depois, com o tempo, percebi que o cultivo dessa espécie é relativamente fácil e se ficar atento a algumas necessidades que ela tem, você terá muito sucesso!

Fique atento aos principais requisitos para cultivo da Laelia purpurata:
- Luz (luminosidade) abundante;
- Alta umidade relativa do ar;
- Local de cultivo arejado;
- Adubação/fertilização regular e constante.

Ficou com dúvidas? Vou explicar melhor...




LOCAL DE CULTIVO

Essa orquídea gosta de ficar em local claro, com boa luminosidade natural e tem preferência pelo sol da manhã.

Fique atento, pois também precisa ser um espaço arejado, onde haja circulação do ar, mas sem correntes fortes.



DORMÊNCIA e FLORAÇÃO

Antes da floração, ela entra em um período de dormência. Geralmente é a época próxima ao inverno. 

Se você mora no Norte e Nordeste poderá ter dificuldade em cultivá-la, pois ela aprecia a queda de temperatura. Quando o cultivador destas regiões consegue a floração, pode ser com poucas flores e em tamanhos menores.

É importante nessa fase de dormência, diminuir a rega e a umidade excessiva, mas não é para deixá-la completamente seca. Observe o substrato antes de molhar, pois não deve ser molhado se tiver muito úmido.

Cuidado com adubo! Nada de adubar em excesso  na fase da dormência, pois isso pode até prejudicar a floração. Meu conselho: aplique 1/2 do adubo recomendado, ou seja, dilua mais. Tem gente que não diminui a adubação, mas eu prefiro.

Nos outros meses do ano, uma boa adubação é fundamental!

O segredo da floração está na variação de temperatura entre as estações frias e quentes e, em receber muita luminosidade.



CULTIVO EM VASOS

Esta espécie gosta de ficar apertadinha no vaso, então nada de colocá-las em vasos muito grandes. 

Se você tem dúvida sobre como escolher o tamanho de vaso, veja esta matéria AQUI.

Se tiver que fazer o replantio, procure mexer no vaso no período do inverno.

Você pode manter boa parte do substrato antigo e acrescentar um pouco de substrato novo.

Não corte as raízes velhas e evite "incomodar" demais a sua purpurata!



REGA

Exceto no período de pré-floração e floração, essa espécie aprecia regas abundantes e substrato úmido.

Na fase de floração, a rega deve ser diminuída, dando oportunidade do substrato ficar ligeiramente seco, mas, ao contrário da Dendrobium Nobile, nunca deve se suspender a rega, hein!




CURIOSIDADES

- Você sabia que ela foi escolhida como a flor símbolo do Estado de Santa Catarina? Interessante, né?!

- Diferente da maioria das orquídeas, a Laelia purpurata tem crescimento intenso e que ocorre praticamente o ano inteiro! Pois é... mesmo no inverno ela mantém o crescimento e você pode notar isso com a presença de novas raízes.

- É um das espécies de Laelia que mais aprecia a umidade relativa do ar. Então convém deixar perto dela bromélias e também, nos dias quentes, sempre que possível, umedeça o chão ao seu redor.




VARIAÇÃO DE TONALIDADE DAS FLORES

Alba: é totalmente branca.

Ardósia: pétalas e sépalas brancas ou coloridos de cinza-chumbo, mas o labelo é sempre na cor cinza-chumbo.


Cárnea: labelo avermelhado.

Canhanduba: cor do labelo em tom  de abóbora.

Roxo-violeta: labelo roxo com tonalidades azuladas.

Roxo-bispo: labelo roxo escuro (adotado comparando esse tom com aquele usado  nos paramentos dos bispos católicos)

Russeliana: tom rosa-lilás do labelo;

Vinicolor: labelo cor roxa lembrando a tonalidade de vinho tinto.
Nessa avaliação de cores, temos ainda uma classificação pelo formato desse colorido, que são:

Anelata: apresenta um anel bem marcado que vai de um lóbulo ao outro;

Áurea: interrupção do colorido do labelo com intensificação do tom amarelo da entrada da fauce;

Flammea: colorido intenso das pétalas;

Marginata: filete branco na borda do labelo;

Multiforme: labelo com desenhos coloridos variados no lóbulo central

Sanguinea: tom púrpura-sanguineo,

Semi-alba: branca, com o o lóbulo central do labelo purpúreo;

Striata: apresenta estrias coloridas  bem marcadas nas pétalas.


Fonte das fotos: Todas as imagens são do meu arquivo pessoal.
Fonte da variação de tons: internet.

16 comentários:

  1. Oi Cynthia, tenho uma laelia exatamente igual ao da foto, que em outubro passado abriram 3 flores no dia do aniversário de minha mãe, fazia 5 anos que não davam flores. Não sei se estou cuidando bem dela, aí vai os cuidados que tenho dado a ela: ela está no orquidário caseiro de sombrite junto com as phals, dou o mesmo adubo dado as phals 10-10-10 de 15 em 15 dias e molho 1 vez por semana. E tambem não sei distinguir a sua haste floral. Marisa Blumenau/SC

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lalia não tem haste floral igual a Phal.
      Ela tem uma cápsula onde são formados os botões e quanto estes estão maduros, rompem a cápsula e ficam externos.
      Se ela está florindo, parece que está fazendo direitinho!
      Bjs, Cynthia

      Excluir
  2. elas sao iguais as catteleias? qual diferença?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São diferentes. São de outro gênero.
      Cattleya e laelia apesar de várias semelhanças, são de gêneros diferentes.
      Bjs, Cynthia

      Excluir
  3. Cynthia, obrigado pela ajuda providencial. Sou iniciante ainda e aprendi bastante com você ee dtou acompanhando pelo Instagram. Comprei a minha Purpurata (chamada Desmaiada) há duas semanas e a flor acabou de cair dela. O que devo fazer agora? Ainda nao coloquei adubo e fui instruido a manter no vaso. Eu não quero matar a mocinha e estou tenso. Me ajudaaaa!

    ResponderExcluir
  4. Cynthia tudo bem? tenho uma Laelia que dava flores regularmente, cachos lindos! Mas um dia de tao grande e pesada, quebrou o vaso de barro em que estava e caiu. Replantei, mas dividindo em 2 vasos. Isso faz uns 2 a 3 anos.. e nunca mais floresceu. Sabe o que posso ter feito de errado? como corrigir? Fiquei extremamente triste com isso...

    ResponderExcluir
  5. Cintia, adoro seu blog! Queria tirar uma dúvida:
    Comprei recentemente uma laelia purpurata já adulta e sem flores. Moro em Brasília e o clima é bem seco. Quanto às regras? Como você me recomendaria para o clima daqui? Já que a umidade é sempre baixa.?
    Pense em todas as manhãs borrifas água na planta. Caso o substrato estiver seco, molho também. O que acha? Obrigada pela atenção

    ResponderExcluir
  6. Sou a Cidiani do RS adoro seu blog estou aprendendo muito pois sou iniciante e apaixonada pelas minhas orquideas obrigada.

    ResponderExcluir
  7. Sou a Cidiani do RS adoro seu blog estou aprendendo muito pois sou iniciante e apaixonada pelas minhas orquideas obrigada.

    ResponderExcluir
  8. Cynthia....boa noite....tenho 4 Cattleyas....Já comprei elas adultas e com flor....1 delas a flor murchou...gostaria de saber se posso podar e passar canela ou devo deixar ela secar e cair por si só ???? Obg.

    ResponderExcluir
  9. Cynthia, bom dia. Percebo que sua especialidade e paixão são as Laelias, muito bem. Estou a procura de um exemplar da "Orquidea Laelia Purpurata Vera". se você tem e houver possibilidade de muda, tenho interesse, se conhecer alguém que a tenha tbém tenho interesse. halusouza@hotmail.com

    ResponderExcluir
  10. Olá Cynthia estou com orquidea que acho que é laelia ela está com as folhas enroladas e não vai para frente como poderia mandar a foto para me dar uma luz? Desde já agradeço. Bjs

    ResponderExcluir
  11. Olá Cynthia estou com orquidea que acho que é laelia ela está com as folhas enroladas e não vai para frente como poderia mandar a foto para me dar uma luz? Desde já agradeço. Bjs

    ResponderExcluir