sábado, 26 de abril de 2014

Pragas e doenças que atacam as orquídeas: Podridão Negra


A podridão negra é uma das mais temíveis doenças que atacam orquídeas.
É mais comum seu surgimento em épocas chuvosas ou quando o cultivador mantém muita umidade no ambiente.
Ela é causada por fungos (Pythium ultimun e Phytophthora cactorum).
Aparecem em diversos gêneros, mais é mais comum nas orquídeas Cattleya.
O início da doença é percebido através de manchas transparentes que passam rapidamente para a cor castanho e depois preta.
Quando não tratada, a planta afetada poderá morrer.

A doença pode atacar qualquer parte da planta: folhas, pseudobulbos ou raízes, mas o mais comum é surgirem nas folhas.
A mancha rapidamente cresce e se espalha pela planta toda.
É comum também as folhas ficarem amareladas em torno da área infectada.

O fungo é disseminado através da água, então separe a sua orquídea das demais e corte trate (veja abaixo) o mais rápido possível.


Existe também um outro tipo de podridão negra, a bacteriana. Ela é causada pela bactéria Erwinia, mas essa doença é menos comum no Brasil. 
Quando aparece no nosso país, geralmente é mais em Phalaenopsis, mas não a confunda com a Podridão Parda, causada pela bactéria Pseudomanas spp. 
Ao contrário da Podridão negra causada por fungos, a bacteriana  além da cor negra, a mancha também pode ser aquosa (nem sempre acontece). Quando ataca os pseudobulbos, deixa-os moles e se você comprimir a mancha, ela exalará um cheiro muito forte e desagradável.
Nesta matéria eu vou falar do tipo mais comum, ou seja, a que não exala cheiro.


Dica:
Para cultivadores de Cattleya, adubar na primavera, com  adubo com alta concentração de cálcio, segundo grandes alguns cultivadores, evita o surgimento da podridão negra.
Vale testar, né?


Prevenção:
Como sempre digo, o ideal é prevenir para não ter que tratar a doença.
Para isso, siga estas dicas:
- Esterilize os vasos antes do plantio ou replantio;
- Antes de colocar o novo substrato, jogue água fervendo nele e deixe esfriar;
- Evite deixar uma planta muito próxima a outra (o ideal é o espaçamento de um palmo de uma folha para outra);
- Não deixem vasos próximos ou no chão, o ideal é estarem pelo menos 50 cm de distância do chão.
- Evite deixar as folhas das orquídea úmidas por longo período;
- Coloque os vasos em locais que tenham boa circulação do ar (que ajuda na secagem das folhas e substratos);
- Ao primeiro contato do sintoma desta ou outra doença, isole a planta contaminada.


Como tratar?
PASSO 1:
Faça o corte com uma faca/tesoura esterelizada* da parte atacada. Corte cenca de 2-3 cm abaixo da mancha, para manter uma margem de segurança.
* Para esterelizar, coloque a lâmina na chama do fogão por 15-30 segundos ou deixe de molho no cloro por 30 minutos.

Observe o corte que você vez na planta, se estiver com cor castanha ou preta, corte mais um pedaço, até que apareça apenas a cor verde natural da planta. É comum por fora estar verde, mas no corte apresentar manchas.
No caso de Cattleya e outras orquídeas simpodiais, quando a mancha é grande, é recomendado cortar o pseudobulbo inteiro, para isso faça o corte no rizoma.
No caso de orquídeas de crescimento monopodial, como é o caso das Phalaenopsis e Vanda, remova a folha inteira afetada, para evitar que ela atinja a coroa.

PASSO 2:
Depois do corte, coloque um fungicida de contato e no corte, aplique uma mistura de canela em pó com óleo mineral ou óleo de cozinha, de forma que o corte todo seja preenchido com a canela. Esta parte impermiabilizará a ferida. Depois de tratar a ferida, em caso mais grave, espere 7dias e poderá usar o fungicida sistêmico  (abaixo).

PASSO 3:
Deixe a orquídea em local arejado (para secar a ferida) e não molhe por 7 dias.

Fungicida sistêmico para controle:
É recomendado para caso de vários ataques ou quando o corte com canela não for suficiente. Fungicidas:
- Alliette
- Captan
- Dithane M-45
- Physan 20

O fungicida deve ser aplicado e depois repetido mais duas vezes. A segunda dose deve ser realizada em 30 dias e a terceira, 60 dias após a primeira aplicação. De preferência alterne os fungicidas em cada aplicação para evitar resistência

Fonte: Wikipédia, orchids amore, aos, orchids online e Google.

18 comentários:

  1. Estou aprendendo muito com vc! Obrigada!!! beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Larissa,
      Fico muito feliz!
      Obrigada pelo carinho. Essas mensagens de incentivo alegram o meu dia!
      Bjs, Cynthia

      Excluir
  2. Cyntia meu problema é aporecimento de brotos. Eles ficam preto s ds noite pro dia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode ser alguma doença causada por fungo ou bactéria? Corte o broto que estiver contaminado e cheire para ver se tem um cheiro forte. Passe canela na parte cortada da orquídea, ok?
      Bjs, Cynthia

      Excluir
  3. BOA NOITE CYNTHIA. VI QUE V. RECOMENDA O USO DO PHYSAN 20 NO COMBATE À PODRIDÃO NEGRA. HÁ MUITO VENHO PROCURANDO POR ESSE PRODUTO, MAS SEM SUCESSO. PODERIA ME INFORMAR ONDE ENCONTRA-LO?
    GRATO,
    PAULO DAMASO

    ResponderExcluir
  4. Minha pergunta é a mesma do amigo acima, procuro por estes fungicidas e não encontro a venda, vc sugere algum lugar on line que venda?

    ResponderExcluir
  5. Boa noite!!

    Eu hoje fui comprar algumas orquideas e mencionei a podridão negra,e o dono do orquidaro teve problema tbm e me orientou, segui os passos de corte tirei a parte afetada e fiz um monte e vou queimar pois ha muito trabalho pra amanhã. Fiz uma mistura recomendade:

    *Dithane 100 gr
    *Cercobin 100gr
    *20 mL de Assiste
    *20 mL de Suprassit

    Os liquidos entram como fixadores alem de combater as possiveis couchonilhas, e eu estava usando em concentração muito baixa por isso demorei pra recuperar algumas plantas, e achei interessante dividir essa formula. Veremos os resultados.

    abs

    ResponderExcluir
  6. E Cynthia adorei o blog, pois temos contatos pelo forum A orquidea

    ResponderExcluir
  7. Eu fiz tbm um fungicida natural que ajudou muito apliquei semanalmente. composição desse é:

    > 10 colheres de sopa de canela em pó
    > 120 cravos da india
    > 1 cebola
    > 1 cabeça de alho
    > 100 de iodo de farmacia

    (receita para 10 litros)

    Em um sache grande ( eu fiz de TNT), coloca a canela, o cravo, a cebola e o alho, e 8 litros de agua e deixa de molhos por 4 dias, no quarto dia adiciona o iodo e pulveriza as plantas tive bons resultados.

    ResponderExcluir
  8. AS MINHAS ORQQUIDEAS ESTÃO A FICAR COM MUITA COLA NAS FOLHAS!COMO TRATAR

    ResponderExcluir
  9. cidiani dos santos22 de março de 2016 10:45

    Ola! Meu nome e Cidiani do rs iniciei o cultivo de orquideas faz pouco tempo tenho varias cymbidium e algumas apodrecem o broto rego ela com pouca agua de 10 em 10 dias mais ou menos se puder me ajudar fico grata sigo suas dicas sempre meu email e cidianeane@gmail.com obrigada um abraço.

    ResponderExcluir
  10. minhas orquideas vão amarelando as folhas em morrem em uma semana. Encontrei uns bichinhos na terra que acredito estarem sugando a seiva. Parece que apodrece. o que devo fazer?

    ResponderExcluir
  11. Oi .minha default esta com um monte de pintinhas. Preta o que. Sera me indica uma coisa

    ResponderExcluir
  12. A minha orquidea vanda começou a murchar as folhas e eu cai na bobeira de cortar raízes secas. Depois disso ela pegou um fungo que fica no caule perto da raiz escurece o caule e as folhas ficam amarelas e morrer. Se eu foi tirar todo caule afetado ficarei sem raiz. Não sei o que fazer, estou aflita com medo de perde la.

    ResponderExcluir