terça-feira, 26 de maio de 2015

Identificando a sua orquídea...

Qual é a sua orquídea?
Ela veio sem plaquinha de identificação. Então, o que fazer para descobrir como cuidar dela?

Identificar sua orquídea é fundamental para garantir que está cuidando dela da forma correta, pois apesar de haver regras gerais sobre o cultivo, existem particularidades que diferem uma orquídea de outra, inclusive na forma de cultivar.


Infelizmente não são todos os pontos de venda que se preocupam em colocar plaquinhas de identificação com o nome do gênero e da espécie que você está comprando, então descobrir isso, muitas vezes, é uma tarefa árdua.

Exemplo de plaquinhas de identificação

Eu posso ajudar?
É muito comum me enviarem mensagens pedindo que eu identifique as suas orquídeas.
Assim...
Por mais que eu tenha anos de cultivo e não querendo desanimar ninguém (rsss), algumas vezes é muito difícil identificar o gênero, e na maioria das vezes é impossível eu dizer qual a espécie. Mesmo quando tenho alguma bem parecida, nem sempre me arrisco em afirmar que a sua é do mesmo gênero e espécie que a minha.
Gente, não é “má vontade”! 
Mas vocês sabiam que existem mais de 800 gêneros de orquídeas?
Se for falar em espécie, o número ultrapassa a 25 mil, sem contar que existem milhares de híbridos registrados.

O que posso dizer para tentar ajudar?
Bom... para tentar ajudar...
Se você comprou sua orquídea em um comércio comum, posso dizer que você tem grandes chances da sua orquídea é um híbrido. Mas isso não ajuda, né?!

Um fato é que existem certos gêneros que são mais comuns de serem comercializados no Brasil, então, provavelmente a sua orquídea pode pertencer a algum deles.
A chance maior é da sua ser:  Phalaenopsis, Cattleya, Dendrobium, Cymbidium, Vanda, Oncidium, ou Paphiopedilum.
Então isso já ajuda um pouquinho, né?!

Só que não existem só os gêneros naturais... Há também os “cruzamentos” entre os gêneros, chamados de híbridos intergenéricos, como é o caso da Cattlassia, abreviação Cas, que é uma orquídea originada do cruzamento da Brassia x Cattleya.
Outro exemplo é o cruzamento entre Brassavola x Cattleya x Laelia x Sophronitis – que gerou o nome Potinara, cuja abreviação é Pot.

Abaixo fiz uma tabela com outros exemplos, dentre tantos que existem:
Nome
Abreviação
Cruzamento de...
Brassolaeliocattleya
Blc
Brassavola x Cattleya x Laelia
Laeliocattkeria
Lcka
Barkeria x Cattleya x Laelia
Wingfieldara
Wgfa
Aspasia x Brassia x Odontoglossum
Tetracattleya
Ttct
Cattleya x Tetramicra
Yamadara
Yam
Brassavola x Cattleya x Epidendrum x Laelia
Bakerara
Bak
Brassia x Miltonia x Odontoglossum x Oncidium
Porcycleya
Pcc
Cattleya x Encyclia x Prosthechea

Entenderam como é difícil eu afirmar qual é a sua orquídea?

Dica 1: Aproveito para lembrar que é proibido tirar e comprar orquídeas retiradas da natureza, ok!?
 Dica 2: Se você for comprar direto de um produtor, ou seja, em um orquidário, e perceber que a orquídea escolhida está sem placa, peça ao vendedor que escreva o gênero e a espécie, pois como são eles que cultivam, saberão essas informações. E atenção, alguns escrevem na plaquinha um número de controle interno, isso não adianta de nada, ok?! Peça o gênero e a espécie.
O problema é que infelizmente não dá para pedir isso em um supermercado, onde os preços são, às vezes, mais acessíveis.


O que eu sempre aconselho?
A melhor coisa é se inscrever em um fórum sobre orquídeas (é só procurar em um buscador, como por exemplo, o Google).
Após se cadastrar, verifique se já existe, no índice, um fórum sobre identificação, e provavelmente terá.
Vale lembrar que todo fórum tem regras, então antes de deixar a ansiedade dominar você, leia as regras do funcionamento do fórum, ok?!
No tópico identificação, você poderá criar uma mensagem, inclusive colocar fotos da sua orquídea.
Dica: procure escrever mensagens curtas, diretas e objetivas. Textos muito longos podem fazer com que muitas pessoas desistam de ler logo no começo. Coloque muitas fotos (inclusive da flor – porque é principalmente por ela que identificamos), e em diversos ângulos, pois só assim suas chances de ajuda serão maiores.
Lembre-se de ser SEMPRE cordial nas perguntas.
Ah! E tenham um pouquinho de paciência. Esses fóruns são mantidos por pessoas comuns, como eu e você, e nem sempre são respondidos rapidamente. 
Se você tiver sorte, várias pessoas irão expressar as suas opiniões e,quem sabe você poderá encontrar alguém que tenha uma orquídea igual a sua, mas que já possua a identificação.

Descobriu qual a sua orquídea?
Então corre para cá! Você sabia que no menu, que fica na parte superior do blog, eu tenho vários manuais de cultivo? 
Além disso, o blog todo é feito de dicas de como cuidar das suas orquídeas. 
Se por acaso o gênero que você comprou não está listado no menu superior, provavelmente ele estará em algum tópico aqui do blog.

Uma dica para navegar por aqui...
Você pode olhar uma a uma, cada uma das postagens ou então colocar no “buscar” (canto direito do blog) o gênero que você tem interesse. 
Ele mostrará uma página com tudo que já escrevi e está relacionado a ele.
Não achou, mande um comentário com a sugestão para que uma futura matéria seja sobre a sua orquídea, ok?!

Ah!! 
E se você gostar de alguma matéria minha, por favor, ajude-me a divulgá-las.
Sempre que você compartilha no facebook, twitter, google plus... está ajudando a divulgação do meu blog.
É graças a divulgação de vocês, que meu blog se tornou tão popular!
Então...
Obrigada e continue compartilhando!


Fontes das imagens: google image e tropisign.

23 comentários:

  1. Oi querida. Que materia legal adoro tudo que vc nos ensina obrigado por nos ajudar eu sou de um grupo no face sobre orquideas evc e muito citada sempre indico seu blog te adoro abraco ate.....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Elaine.
      Qual grupo você participa no face?
      Obrigada por compartilhar o meu blog. Eu realmente fico muito feliz.
      Beijos, Cynthia

      Excluir
  2. Ola Cynthia, adorei a matéria, tenho duas orquídeas q estou esperando florir p tentar identificar. Te enviei um pedido de ajuda com fotos pelo hangouts, pois estas duas plantinhas estão com problemas e não estou sabendo como cuidar, mas só depois vi q vc teria q aceitar um convite antes de ler. Vc pode me responder por la mesmo ou prefere q eu poste a mensagem aqui ou no G+?
    Bjs
    Thalita

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thalita,
      Desculpe-me pela demora...
      Minha vida não está fácil e o blog acaba sofrendo com isso.
      Se eu ainda puder ajudar, prefiro que vc adicione no G+, pode ser?
      Beijos, Cynthia

      Excluir
  3. Olá querida! Parabéns pelo seu blog, ele é rico de informações, principalmente para os inexperientes que nem eu, rs. Recentemente resolvi cuidar das orquídeas da minha mãe que estavam "esquecidinhas" no canto do nosso quintal. Para começar vou identificar todas elas. Voce poderia ver no meu perfil do facebook "Carolina Agarwal" que orquídea é aquela da foto? Assim poderei cuidar melhor. Obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carolina, mandei uma mensagem inbox opara vc, pois não há opção "add friends" e não posso postar comentários nas suas fotos.
      Beijos, Cynthia

      Excluir
  4. Parabens menina linda sera q tô certa em achar q vc alem d tudo é pedagoga a maneira cmo vc escreve é q faz o diferencial qqr 1 simples mortal entende eu qeria sugeri 1 post sobre a cimbidium linda dmais to cm 1 esperando floraçao ms qeria faze mudas prq tm varios bulbos fco na duvda se fço muda ou espero ela faze 1 ano q axa? Bj grandao

    ResponderExcluir
  5. Amei o Blog! Tô a horas lendo suas dicas! tenho uma Phalaenopsis Blue Mystique. Ganhei ela tem dois anos, no começo regava demais agora rego duas vezes por semana ela recebe luminosidade adequada, ela veio com as flores azuis, mas ate agora não florou de novo.. e esta com poucas raízes, bem poucas mas as folhas até que estão verdes.. o que devo fazer?

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Olá cynthia, eu vi os eu blog no Google eu tenho uma orquídea da qual não sei o nome só sei que nasce uma flor branca mas se tiver como enviar foto eu envio,, o que acontece é que eu há coloquei um pouco no sol quando voltei estava com as folhas queimadas de pretos o que eu faço?

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. Olá Cynthia!
    Descobri que a minha é uma Clateya
    Eu tinha a colocado em substrato que tava armazenando muita água e danificando as raízes e agora resolvi colocar no carvão mais com as raízes expostas, queria saber se a Clateya pode ficar no carvão mesmo e como fazer pra que soltem raízes novas já que as poucas raízes estão ruins
    Um grande abraço e muito obrigado pelas suas dicas do site! Parabéns! !

    ResponderExcluir
  11. Bom dia, estou lendo sem parar seu blog, muito legal, parabéns. Já identifiquei uma da minhas orquídeas (dendrobium) e agora sei por que não floresce. se possível gostaria de uma ajudinha.
    Agora moro em apartamento, a varanda é voltada para a nascente do sol e apenas uma parede recebe sol, de quando nasce até no máximo 08:00, fica no 19º andar e venta bastante. Que espécies de orquídeas posso plantar neste ambiente? e onde cultivá-las, vaso, placas de côco, aquelas pequenas jardineiras de varetas de madeiras (não sei o nome)?

    ResponderExcluir
  12. Na parede oposta, que não recebe o sol, mas é bem iluminado, fiz jardineiras com calhas quadradas de PVC, onde estou plantando samambaias, aspargos, bromélias, etc...
    Estas calhas servem também para orquídeas, ou é melhor um recipiente vazado nas nas faces? como aquelas pequenas jardineiras de varetas de madeiras (não sei o nome)...rs

    ResponderExcluir
  13. Sim, moro em Natal-RN, ou seja, quente o ano todo, umidade sempre elevada e ventos, mas ventos fortes apenas de agosto a outubro.

    ResponderExcluir
  14. Olá Cynthia!
    Estou iniciando no cultivo de orquídeas e portanto, muiiitaas dúvidas. Tenho duas phalaenopsis e gostaria de saber sobre a adubação foliar. Depois do adubo dissolvido (1 colher de café em 1 litro de água) posso guardá-lo normalmente para usar na próxima adubação? Devo usar o adubo foliar quando a orquídea estiver com flores?

    Abraço.

    ResponderExcluir
  15. Oi,Cynthia!
    Será que vc pode me indicar um site confiável para q possa comprar algumas mudas de orquídeas, estou começando a cultivar agora mais estou muito interessada . Desde de já agradeço sua atenção. Bjs

    ResponderExcluir
  16. Oi,Cynthia!
    Será que vc pode me indicar um site confiável para q possa comprar algumas mudas de orquídeas, estou começando a cultivar agora mais estou muito interessada . Desde de já agradeço sua atenção. Bjs

    ResponderExcluir
  17. Oi Cynthia!
    Adoro o seu blog e ele tem me ajudado muito a cuidar das minhas orquídeas, mas tenho duas espécies que ainda não consigo identificar,as folhas delas caíram e com algumas de suas dicas elas estão voltando a nascer, seria possível você tentar me ajudar,desde já agradeço pela atenção. Bju

    ResponderExcluir
  18. Oi Cynthia, Parabéns pelo blog. Tinha uma orquídea que ganhei de uma pessoa muito importante, só que está orquídea morreu. Na plaquinha dela estava identificada como Cat. Ocollite. Só que não consigo encontrar esta espécie para comprar. Você a conhece? Ela era pink. Veja a foto: https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1124792637593409&set=a.425367670869246.97763.100001880492755&type=3

    ResponderExcluir
  19. Oi menina!!!! Preciso de ajuda.... Qual nome daquela orquídea, sem folhas, que parece o cactos rapsalis???? Desde de já.... Obrigada!!!!

    ResponderExcluir